O QUE É ACUPUNTURA?

A acupuntura é um dos métodos terapêuticos da Medicina Tradicional Chinesa (MTC) que se
caracteriza pela inserção de agulhas na superfície corporal, para tratar doenças e promover
a saúde. Os outros métodos de tratamento da medicina tradicional chinesa são:
auriculoterapia, eletroacupuntura, fitoterapia chinesa, moxabustão, ventosaterapia, Tuiná e
práticas físicas (exercícios integrados a prática da meditação).

 

A acupuntura é reconhecida como especialidade médica desde 1995, pelo Conselho Federal
de Medicina. E em 2010, a medicina tradicional chinesa foi reconhecida como Patrimônio
Cultural da Humanidade pela Unesco.


A Medicina Tradicional Chinesa (MTC) foi desenvolvida empiricamente a partir da
experiência clínica, e documentada em muitos textos, hoje clássicos, que datam de mais de
4500 anos. Sendo utilizada até os dias de hoje como medicina complementar - não
substitutiva - à medicina alopática. 


A MCT tem por princípio básico a teoria da energia vital do corpo (chi ou Qi) que circula pelo
corpo através de canais, chamados de meridianos, os quais teriam ramificações que os
conectariam aos órgãos, os principaia pontos de agulhamento estão localizados nestes
meridianos. A MTC inclui também entre seus princípios o estudo da relação de yin/yang
(duas forças fundamentais opostas e complementares que se encontram em todas as
coisas) e da teoria dos cinco elementos (diz respeito ao estado de constante movimento e
mudança da natureza, incluindo o homem).


Graças às pesquisas científicas realizadas nos últimos cinquenta anos, tanto na China como
no Ocidente, os efeitos da Acupuntura vêm sendo desvendados. Seu mecanismo de ação
tem sido demonstrado à luz da ciência atual, tendo bases fisiológicas.


A inserção da agulha de Acupuntura estimula as terminações nervosas existentes na pele e
nos tecidos subjacentes, principalmente os músculos. A “mensagem” gerada por esses
estímulos segue pelos nervos periféricos até o sistema nervoso central (medula e cérebro).
Causando a liberação de diversas substâncias químicas conhecidas como
neurotransmissores, desencadeando uma série de efeitos importantes, tais como
analgésico, anti-inflamatório e relaxante muscular, além da ação moduladora sobre as
emoções, o sistema endócrino e imunológico e sobre várias outras funções orgânicas.

 

Fontes: CMBA  - https://cmba.org.br/

Livro “Os Fundamentos Da Medicina Chinesa” por Giovanni Maciocia.